terça-feira, 31 de agosto de 2010

Nada mudou...


As vezes eu torço para tempo passar rápido pra ir embora da escola e do cursinho, ou eu torço para o tempo não passar quando estou dormindo. O pior é quando acordo antes do despertador, que fica à minha frente, e eu fico lá me torturando de preguiça sabendo que em poucos minutos vai começar tudo de novo.
Eu acho que as pessoas deveriam ser um pouco mais compreensivas comigo, porque na escola, as pessoas do meu grupo parecem não se importar se eu já estudo 8 horas por dia. Para elas, que se exploda meu cansaço, eu escolhi isso e tenho que o fazer as mesmas tarefas do restante grupo (as vezes eu tenho que fazer mais ainda). Em casa, eu sou a escrava da minha irmã. Eu tenho que lavar todos os banheiros, as varandas, limpar a casa toda (pelo menos agora tenho a ajuda de uma menina) e no final, ninguém liga se eu assistir 4 horários de física direto.
Talvez eu faça um pouco de drama, mas vida de vestibulando que estudou a vida inteira em escola pública não é fácil. Eu já nem me importo tanto se eu não passar no vestibular, porque ninguém tá se importando com isso também. Eu quero mais é que essa prova chege logo e tudo isso acabe de uma vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário